Universidade do DF cria curso de especialização em psicologia cristã e inicia polêmica com Conselho Federal de Psicologia

Publicado por Tiago Chagas

Universidade do DF cria curso de especialização em psicologia cristã e inicia polêmica com Conselho Federal de Psicologia Após a polêmica envolvendo O Conselho Federal de Psicologia e a psicóloga Marisa Lobo, que se negou a retirar menções à sua fé cristã de seus perfis de redes sociais, um novo capítulo na polêmica fé x psicologia está sendo iniciado.
O Centro Universitário do Distrito Federal (UDF) está finalizando a implantação de um curso de pós-graduação em psicologia cristã, restando apenas a aprovação da grade por parte do Conselho de Educação da instituição.
O curso será oferecido a profissionais graduados em psicologia e terá três meses de duração, de acordo com informações do jornal Correio Braziliense.
Porém, o CFP considera o curso uma afronta à ética profissional, caso o conteúdo oferecido seja aplicado na prática pelos profissionais de psicologia que se inscreverem no UDF.
O código de ética da categoria proíbe a associação entre crença e ciência nos consultórios, porém de acordo com o advogado e professor em assessoria parlamentar da UDF, Paulo Fernando Melo, o Centro Universitário tem total autonomia para decidir quais cursos serão oferecidos: “O Conselho Federal não tem nenhuma ingerência e não pode impedir que alguém queira se especializar em alguma coisa”, afirmou.
Fonte: Gospel+

———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–

Rio+20: besteirol totalitário e anticristão

de Ruy B. Marinho

.

Rio+20: besteirol totalitário e anticristãoPor Edson Camargo

Herança do Senhor são os filhos; o fruto do ventre, seu galardão.” Salmo 127:3
“O homem não é mais importante que qualquer outra espécie… Pode ser que nossa extinção conserte as coisas”.David Foreman, porta-voz da Ong ‘Earth First!’
Uma das grandes palhaçadas desta Rio+20, além da insistência na tese furada do “aquecimento global” por conta do melancia-mor Gorbachev e sua trupe, foi a conclamação, da parte dos integrantes de 105 academias de ciência (ligadas à IAP), para que chefes de estado presentes ao evento elaborem um plano mundial para a diminuição da população do planeta. Para lá de duvidosa no que diz respeito às suas intenções e fundamentação científica, e sabendo que o Clube de Roma já fazia previsões escabrosas na década de 70 e nada se cumpriu, a proposta lembra-me os mandamentos secularistas das Pedras da Geórgia, monumento de autoria misteriosa (um tal R. C. Christian, pseudônimo) que nem por isso deixa de ter seus postulados defendidos por celebridades e no qual há notórias correlações com seitas pagãs e orientais. De acordo com o próprio monumento, foi erigido com o patrocínio de “um pequeno grupo de americanos que segue ‘a idade da Razão’”.
Na lição de casa que o monumento deixa para toda a humanidade, consta reduzir a população para um índice abaixo de 500 milhões de pessoas, “controlar a reprodução sabiamente”, e “não ser um câncer sobre a terra” deixando espaço para a natureza.
Vale destacar que nada disso é novo e intelectuais de esquerda no mundo inteiro já manifestaram anteriormente apoio a tais ideias.
Se você perguntar se não era pensando nas gerações futuras que se realizam encontros dessa espécie, tudo aponta para uma resposta: a solução encontrada é salvar o planeta acabando com as gerações futuras. É a cultura da morte, mais uma vez aí. Pessoas que não foram infectadas pelo vírus mental do ecofascimo podem até rir, mas é sempre bom ter em mente: entre progressismo globalista e lógica nunca há afinidade. Que o digam os milhares de cientistas que refutam a tese do aquecimento global, como os 17 mil (atualizando:  hoje são 31.487, leia nota ao fim do artigo) que assinaram a Petição do Oregon e os brasileiros Luiz Carlos Molion e Ricardo Augusto Felício.
Pois bem. Entre as propostas dos belezuras do IAP está exatamente o controle do tamanho das famílias, o que nos remete direta e necessariamente aos abortos forçados na China comunista. Agora as feministas, as que se dizem vadias e outros progressistas poderão celebrar: podem evocar, sinistramente, finalidades sócio-ambientais para se matar nascituros. A conversinha destes cientistas é exatamente a mesma das “vadias”: “saúde reprodutiva”, “programas de planejamento familiar”, etc..
Outra manifestação de “amor” pelo planeta e pelos seres humanos (o potencial “câncer” das Pedras da Geórgia) evidencia-se na proposta de fazer com que os velhos trabalhem até a morte. Sim, defendem o fim das aposentadorias, pois haverá cada vez menos jovens disponíveis no mercado. Sacumé, a vida continua. Elite globalista ecossocialmente responsável que se preza quer serviços públicos e privados (se existirem…) funcionando no máximo da capacidade e eficiência… A conversa mole é esta: “melhorar a qualidade de vida dos idosos e criar novas oportunidades para que ele continue a contribuir para a sociedade.” Sei.
Charles Godfrey, membro da British Royal Society e um dos manda-chuvas da IAP afirmou: “Por muito tempo, população e consumo foram excluídos do debate devido à sua natureza sensível, da política e ética. Estas são questões que afetam tanto os países desenvolvidos como os que estão a se desenvolver, e devemos assumir esta responsabilidade.” Para mim, o que Godfrey afirma tem um sentido claro: “até um tempo atrás, as pessoas se preocupavam mais com besteiras como a sacralidade da vida, e outras frescuras religiosas e filosóficas. Agora o mundo está mais próximo do colapso e quem nasce e quem morre é assunto para nós, os especialistas verdes. Dá licença”.  Como se vê,  Charles Godfrey é mais um daqueles que afirma candidamente e seguro de si: “o mundo será melhor se eu der as cartas”.
Estou esperando alguma objeção, algum protesto, algum “vamos com calma!”, para essas sandices de alguém que de alguma forma, está envolvido com as atividades da Rio +20. Pode ser um ongueiro, um religioso, um maconheiro vegan que seja. Até agora não me chegou nada.
É nisso que dá essa mistureba entre tecnocracia, socialismo, secularismo anticristão, cientificismo e neopaganismo panteísta que faz a cabeça desse gente que atua na ONU, nas ONG´s, e nas fundações multimilionárias financiadoras dessa piada demoníaca que é a implantação de um governo mundial. É nisso que dá deixar gente como Leonardo Boff, Fritjof Capra, Marina Silva, e entusiastas de autores como Malthus, Madame Blavatski, Aleister Crowley e Alice Bailey conversando por muito tempo e ganhando dim-dim das Fundações Ford, Rockefeller, Carneggie, do George Soros, etc..
Ao menos fica claro, além do viés totalitário do ambientalismo – já denunciado há anos por autores como Pascoal Bernardin – o anticristianismo descarado dos ecofascistas. A maioria deles é ocidental: foi criado num ambiente em que princípios cristãos tiveram uma influência decisiva na formação da sociedade, na cultura e no estamento jurídico. Eles sabem contra quem estão se voltando. Muitos sabem que abrem mais precedentes para que a perseguição cultural à fé cristã recrudesça.
Afinal, no ecumenismo da ONU, não há lugar para quem crê que “filhos são herança do Senhor”; que Deus fez a Terra para o homem, para que este a domine; que Deus, sendo o Autor da vida, é o único que pode tirá-la, e que como Criador e Senhor da história humana, fez um planeta forte o suficiente para agüentar até o fim dos tempos. E que também dá diretrizes ao homem em relação ao cuidado com o meio ambiente, mas que jamais trocaria a vida de um bebê pelo universo inteiro.
Nota:

17 mil cientistas eram em 2007. Atualmente, a Petição do Oregon tem o apoio de 31.487 cientistas, dentre os quais 9.029 PhD’s.  
Links: http://www.oism.org/s32p31.htm e http://www.petitionproject.org/index.php.
Sobre o autor: Jornalista e músico, é editor-executivo do site de opinião e análise de conteúdo midiático “Mídia Sem Máscara“. Estudioso da filosofia, com ênfase nas áreas de teoria do conhecimento, história das idéias e filosofia política, é um amante dos grandes temas da teologia e um entusiasta da educação clássica. 
 
Fonte: [ Gospel+ ]
———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–

Presidente iraniano cita Jesus em seu discurso na Rio+20, enquanto critica a ONU e os países ricos

Por Dan Martin
 

Presidente iraniano cita Jesus em seu discurso na Rio+20, enquanto critica a ONU e os países ricos

O discurso do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, durante a reunião de Cúpula da Rio+20 foi motivo de diversas críticas e causou surpresa por causa de algumas de suas falas, como a citação à Jesus Cristo como exemplo de ser humano, feita por ele. “A figura do ser humano perfeito deve emergir junto de Jesus Cristo”, disse Ahmadinejad.
Ao falar sobre família, o presidente iraniano reforçou a posição conservadora da figura da mulher como mãe, afirmando que “a instituição da família deve ser fortalecida com ênfase na posição da mulher e sua posição sagrada de mãe”.
A presença de Ahmadinejad na conferência foi duramente criticada pela Confederação Israelita Brasileira (Conib), nessa quarta feira e, durante o discurso do ditador iraniano, a delegação de Israel se retirou da plenária. No domingo houve também um protesto contra a presença do iraniano percorreu ruas da zona sul do Rio.
De acordo com a revista Veja, o presidente iraniano não dá ouvidos ou chance a minorias, e também não respeita a vontade das maiorias e, durante seu discurso, acusou “um pequeno grupo de países”, os desenvolvidos, de impor padrões de consumo e comportamento às outras nações. “Isso tem a ver com uma ordem injusta imposta por nações que pretendem manter a hegemonia sobre o mundo”, disse ele, que ainda chamou os países ricos de megalomaníacos.
“O Conselho de Segurança da ONU, a Organização Mundial do Trabalho, o Fundo Monetário Internacional e o Banco Mundial fazem parte desse conjunto de dominação estratégica”, disse.
Ahmadinejad foi cumprimentado por representantes de diversas delegações após seu discurso e outros políticos, como o líder da delegação do Iraque, fizeram questão de tirar fotos junto ao iraniano.

Fonte: Gospel+
 

———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–

Fundamentalista é Isso?

de Augustus Nicodemus Lopes

“Agnósticos Fundamentalistas:
Dá para ter até mesmo estes?”
O termo “fundamentalista” está entre os rótulos mais mal compreendidos e mal empregados nos meios evangélicos. É o rótulo preferido por alguns para se referir, sempre com viés pejorativo, a quem adere com firmeza a determinadas doutrinas que são consideradas como antigas e ultrapassadas.
Nada mais natural do que procurar esclarecer o significado do termo. Acho que a primeira coisa a ser feita é lembrar que o termo “fundamentalista” tem sido usado para diferentes grupos através da história e no presente.
1) O fundamentalista cristão histórico não existe mais. Ele existiu no início do século XX, durante o conflito contra o liberalismo teológico que invadiu e tomou várias denominações e seminários nos Estados Unidos. J. G. Machen, John Murray, B. B. Warfield, R. A. Torrey, Campbell Morgan, e mais tarde Cornelius Van Til e Francis Schaeffer, são exemplos de fundamentalistas históricos.
2) O fundamentalista cristão americano ainda existe, mas perdeu muito de sua força. Embora tenha surgido ao mesmo tempo em que o fundamentalismo cristão histórico, separou-se dele quando adotou uma escatologia dispensacionalista, aliou-se à agenda republicana dos Estados Unidos, exerceu uma militância belicosa contra tudo que considerasse inimigo da fé cristã. Defendia e praticava o separatismo institucional de tudo e todos que estivessem ligados direta ou indiretamente a esses inimigos. Pouco tempo atrás faleceu o que pode ter sido o último grande representante desse gênero de fundamentalista, o famigerado Carl McIntire. Alguns consideram que Pat Robertson é seu sucessor, embora haja muitas diferenças entre eles.
3) O fundamentalista denominacional é aquele membro de denominações cristãs que se consideram oficialmente fundamentalistas e que até trazem o rótulo na designação oficial. Após um período de grande florescimento no Brasil, especialmente no Nordeste e em São Paulo, as igrejas fundamentalistas, presbiteriana e batista, sofreram uma grande diminuição em suas fileiras. Grande parte das igrejas fundamentalistas presbiterianas regressou à Igreja Presbiteriana do Brasil, de onde estas igrejas saíram na década de 50. Em alguns casos, o fundamentalismo denominacional do Brasil foi marcado por laços financeiros e ideológicos com McIntire. Hoje, até onde eu sei, não há mais esse laço. No Brasil, o fundamentalismo denominacional que sobrou desenvolveu em alguns de seus grupos (mas não em todos) uma síndrome de conspiração mundial para o surgimento do Reino do Anticristo através do ocultismo, da tecnologia, da mídia, dos eventos mundiais, das superpotências. Acrescente-se ainda o desenvolvimento de uma mentalidade de censura e apego a itens periféricos como se fossem o cerne do evangelho e critério de ortodoxia (por exemplo, só é bíblico e conservador quem usa versões da Bíblia baseadas no Texto Majoritário, quem não assiste desenhos da Disney e não assiste “Harry Potter”).
4) O fundamentalista cristão xiita é sinônimo de intransigência, inflexibilidade, ser-dono-da-verdade e patrulhamento teológico. Essa conotação do termo ganhou popularidade após o avanço e crescimento do fundamentalismo islâmico. Esse tipo tem mais a ver com atitude do que com teologia. Nesse caso, é melhor inverter a ordem e chamá-lo de xiita fundamentalista. Na verdade, xiitas podem ser encontrados em qualquer dos campos protestantes. A propalada tolerância dos liberais e neo-ortodoxos é mito. Há xiitas liberais, neo-ortodoxos, e obviamente, xiitas fundamentalistas. Teoricamente, alguém poderia ser um fundamentalista e ainda não ser um xiita.
5) Por fim, o fundamentalista cristão teológico, outro sentido em que o termo é muito usado e que significa simplesmente ortodoxo ou conservador em sua doutrina. O fundamentalista teológico se considera seguidor teológico dos fundamentalistas históricos e simpatiza com a luta deles. Sem pretender ser exaustivo, acredito que podem ser considerados fundamentalistas teológicos atualmente os que aderem aos seguintes conceitos ou a parte deles:
  •  a inerrância da Bíblia
  • a divindade de Cristo
  • o seu nascimento virginal
  • a realidade e historicidade dos milagres narrados na Bíblia
  • a morte de Cristo como propiciatória, isto é, por nossos pecados
  • sua ressurreição física de entre os mortos
  • seu retorno público e visível a este mundo e a ressurreição dos mortos
Outros pontos associados com o fundamentalismo histórico são o conceito de verdades teológicas absolutas, o conceito de que Deus se revelou de forma proposicional e a aceitação dos credos e confissões da Igreja Cristã.
Numa esfera mais periférica se poderia mencionar que a maioria dos fundamentalistas históricos prefere o método gramático-histórico de interpretação bíblica e tem uma posição conservadora em assuntos como aborto, eutanásia e ordenação feminina. Muitos ainda preferem a pregação expositiva. 
E todos rejeitam o liberalismo teológico.
Em linhas gerais, o fundamentalista teológico acredita que a verdade revelada por Deus na Bíblia não evolui, não cresce e nem muda. Permanece a mesma através do tempo. A nossa compreensão dessa verdade pode mudar com o tempo; contudo, essa evolução nunca chega ao ponto radical em que verdades antigas sejam totalmente descartadas e substituídas por novas verdades que inclusive contradigam as primeiras. O fundamentalista teológico reconhece que erros, exageros e absurdos tendem a ser incorporados através dos séculos na teologia cristã e que o alvo da Igreja é sempre reformar-se à luz dos fundamentos da fé cristã bíblica, expurgando esses erros e assimilando o que for bom. Admite também que existe uma continuidade teológica válida entre o sistema doutrinário exposto na Bíblia e a fé que abraça hoje.
Acho que é aqui que está a grande diferença entre o fundamentalista teológico e o liberal. Esse último acredita na evolução da verdade a ponto de sentir-se comissionado a reinventar a Igreja e o próprio Cristianismo.
Muitos me chamam de fundamentalista. Bom, não posso ser fundamentalista histórico, pois nasci muito depois da luta de Machen. Contudo, sou fã dele, que era um perito em Novo Testamento. Não sou um fundamentalista americano, pois sou brasileiro da Paraíba, nunca recebi um tostão de McIntire e sou amilenista. Aliás, nem conheci McIntire pessoalmente. Fui fundamentalista presbiteriano denominacional por decisão dos meus pais quando eu tinha doze anos. Saí da denominação fundamentalista após conversão e entrada no ministério pastoral. Também não me acho xiita. Há controvérsia sobre isso, eu sei.
Na categoria de fundamentalistas teológicos encontramos presbiterianos, batistas, congregacionais, pentecostais, episcopais, e provavelmente muitos outros. É claro que nem todos subscrevem todos os pontos acima e ainda outros gostariam de qualificar melhor sua subscrição. Contudo, no geral, acho que posso dizer que os fundamentalistas teológicos não fariam feio numa pesquisa de opinião sobre o que crêem os evangélicos brasileiros. Por esse motivo, e por achar que o assim chamado fundamentalismo teológico é simplesmente outro nome para a fé cristã histórica, não fico envergonhado quando me rotulam dessa forma, embora prefira o termo calvinista ou reformado.
———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–

Governo ordena a demolição de 20 igrejas na Indonésia

Um prefeito ordenou a derrubada de 20 igrejas, na Indonésia. Outras 16 igrejas menores foram fechadas no mesmo distrito, no mês passado.

Razali Abdul Rahman, o prefeito interino de Aceh Singkil, na semiautônoma província de Aceh, ordenou o fechamento das igrejas e deu o prazo máximo até oito de junho para a demolição do templo.
Veryanto Sitohang, membro do grupo de direitos humanos Aliança Unida Sumatra do Norte explicou o caso: “A administração local diz, que já que os membros da igreja se recusam a cumprir a ordem, então a própria administração irá fechar e demolir os prédios. O prazo para a demolição foi oito de junho, mas até agora nada aconteceu”.
A ordem foi emitida no mesmo dia em que os grupos radicais islâmicos, incluindo a Frente de Defensores do Islã (FPI), fizeram um protesto em frente ao escritório do governo local contra a existência de igrejas em Aceh Singkil.
As autoridades também fecharam 16 undung-undung, pequenas construções não classificadas oficialmente como igrejas, após os protestos, embora o senhor Razali tenha afirmado que seu governo agiu de forma independente da iniciativa dos radicais. As undung-undung se diferem das igrejas por não serem denominacionais e não terem cruzes.
A FPI alegou que o número de igrejas e undung-undung  viola os acordos assinados em 1979 e 2001 por líderes muçulmanos e cristãos. Os acordos afirmaram que os cristãos são autorizados a terem apenas uma igreja e quatro undung-undung na província.
Erde Barutu, pastor de uma das igrejas ameaçadas, Igreja Cristã Protestante de Pakpak Dairi, disse que, na epoca, os líderes da igreja só assinaram os documentos, porque estavam sob pressão e foram ameaçados. Ele acrescentou ainda que, o número de cristãos que vivem em Aceh Singkil, tinha aumentado significativamente desde 1979, e que agora somam mais de 15 mil. O fechamento de igrejas deixará apenas duas no distrito.
A mairia das 20 congregações, ameaçadas de demolição, continuam suas atividades e cultos com as portas dos templos fechadas e com alguns membros, do lado de fora, montando guarda contra possíveis ataques.
Os líderes cristãos escreveram cartas ao Presidente Susilo Bambang Yudhoyono, e aos departamentos do governo e da polícia para protestar contra o fechamento das igrejas.
O Ministro do Interior, Gamawan Fauzi,disse que não estava ciente dos planos de fechamento dos templos e que entraria em contato com o Sr. Razali para pedir esclarecimentos, dizendo que “os cidadãos têm o direito de culto, desde que cumpram os regulamentos”.
Ele disse:
“A maioria não deve impor sua vontade à minoria. A tolerância deve prevalecer”.
Elementos da lei Islâmica (Sharia) são impostos por uma espécie de polícia religiosa, em Aceh, que ganhou autonomia do governo nacional em 2001, após uma insurreição islâmica.
Adquira o DVD Uma Jornada de Perdão e conheça a emocionante história de familias indonésias.

 
FonteBarnabas Fund
TraduçãoMarcelo Peixoto
———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–

A vida cristã em linguagem cibernética

de noreply@blogger.com (Hermes C. Fernandes)

Tiago Lino
Em um mundo cada vez mais online, fica difícil não associarmos o cotidiano humano à internet. Em um artigo descontraído, vamos refletir algumas posturas da nossa vida cristã, tanto em relação à nossa comunhão com Deus quanto às pessoas, através de termos comuns ao mundo da informática.
Antivírus
Vivemos em uma era de intensa perseguição. Não apenas física, mas política, ideológica e espiritual. Nossa fé é posta em prova o tempo inteiro e precisamos estar protegidos contra essa guerra que não tem fim. Proteja-se! Tome a armadura de Deus, vista-se da verdade do Evangelho e com a couraça da justiça de Deus relevada nele; não abra mão do capacete da salvação e permita à sua mente a transformação que ela precisa sofrer para que você viva para Deus sem a possibilidade de “desviar”, atitude comum de crentes infantis. Tome a espada do Espírito, a Palavra de Deus. Ela é teu refúgio, consolo e remédio contra o erro e a apostasia. Ah, não te esqueças da oração. Nela teu coração será moldado, tua intimidade com Jesus será crescente e Sua vontade conhecida (Ef 6).
Compartilhar
O Evangelho não foi feito somente para você. Faça missões o tempo que puder. Se não for indo a outras nações, que seja na tua rua, na escola, no trabalho, na faculdade. Use meios para te ajudar na divulgação da mensagem da salvação eterna. Facebook, Twitter, Orkut, Blog e outras redes sociais que você venha  usar devem servir de instrumento para que Cristo seja anunciado. Se não for assim, você está usando-as erradamente (Mc 16:15).
Conexão
Esteja em conexão com Deus 24h! E que isso não seja motivado por uma obrigação religiosa, mas por um profundo anseio de estar perto, por meio da oração, da leitura e meditação diárias da Escritura. A vida de grandes homens de Deus, cujas vidas abençoaram outros e contribuíram para a expansão do Evangelho, foram marcadas por uma extrema comunhão e intimidade com Deus. Era um ciclo: quanto mais tinham de Deus, mas queriam (Sl 42).
Download
Traga o céu para tua vida. Busque a Deus até que a influência dos céus seja determinante na tua vida, e não a influência do mundo. Seja guiado pelo Espírito e não por suas vontades, que tem de morrer. Busque a mente de Cristo (1 Co 2:16). Encha-se do Espírito (Ef 5). Seja guiado por Deus.
Lixeira
Uma das evidências da obra de santificação operada pelo Espírito Santo em nós é a conclusão de que algumas práticas, algumas manias e comportamentos presentes em nós, precisam ser excluídos, indo direto para a lixeira. Com freqüência, precisamos nos examinar e verificar o que serve o que não serve para nossa edificação e crescimento espiritual e promover uma limpeza generalizada. Algumas vontades precisam morrer e nossas vidas entregues ao senhorio de Jesus sempre. Precisamos ver Deus. Precisamos ser santos.
Upgrade
A Bíblia nos recomenda ao crescimento da graça e do conhecimento (2 Pe 3). Isso porque é inviável uma vida cristã estagnada e até retrógrada ser possível diante das pressões do mundo em que vivemos. Deus nos chama a uma vida abundante com ele, onde o próximo dia seja de mais intimidade, santidade, dependência, conhecimento das Escrituras, devoção e prática do Evangelho do que o dia anterior. Que o Espírito Santo nos ajude a conseguir.
Tiago Lino (Blog do Lino)
———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–

Todas as religiões são iguais

de Ruy B. Marinho

.
 
Por Leonardo Gonçalves 

Muitos afirmam que todas as religiões são iguais. Apesar de não ser verdade, preciso admitir que quase todas as religiões tem algo em comum: todas elas tem um código moral bastante semelhante. Coisas como: Não mate, não minta, não cobice a mulher do teu próximo, não adultere, honre os seus pais, não odeie, não seja caluniador, estão presentes em muitas religiões.
No entanto, é bastante óbvio que todos mentimos, desobedecemos, nos obstinamos, odiamos. Se somos sinceros, somos culpados de muitos dos desvios condenados nas diferentes religiões. O que as religiões do mundo tem em comum? Elas mostram o quão desvirtuados estamos, e quão distante estamos do padrão. Todas apontam para o fato de que estamos, indubitavelmente, perdidos.

Acontece que as religiões param por aí. Elas tornam manifestos os nossos desvios, mas não nos dizem como podemos mudar. Algumas, admito, propõem uma solução para o problema da maldade humana, mas geralmente são regras impossíveis de cumprir. A religião demonstra que todos estamos perdidos, e apenas isso.

A Bíblia também ensina que o homem está perdido, mas não se limita a isso. Ela nos diz que Deus entrou no mundo e assumiu nossos pecados, pagando por eles na cruz. O salvador do mundo levou nossos pecados e por meio do arrependimento e da fé podemos ter uma relação profunda com ele, que durará toda a vida. Em síntese, a religião pode até descrever o que somos, mas somente Cristo nos mostra o caminho para ser diferentes.

As religiões são iguais? Sim, em muitos aspectos. Por isso Jesus veio ao mundo. Aquilo que a religião não pode fazer por nós, Cristo fez na cruz.

Solo Christus. 

Fonte: [ Púlpito Cristão ]

———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–

Caio Fábio afirma: A Bíblia não é um livro de Deus

Por Leonardo Gonçalves
Um vídeo do pastor Caio Fábio causou imensa polêmica na internet. Nele, o líder do “Caminho da Graça” nega a inerrância das Escrituras. Segundo ele, a Bíblia é um livro cheio de erros que não deve ser tido como Palavra de Deus. Veja o vídeo:
http://vimeo.com/20640663
 

As declarações de Caio Fabio desencadearam uma série de críticas e contra-argumentaçoes por parte de várias lideranças.
O pastor Renato Vargens, da igreja Crista da Aliança disse que “a Bíblia possui suprema autoridade em matéria de vida e doutrina; e somente ela é o árbitro de todas as controvérsias”.
Wilson Porte Jr, pastor da igreja Batista Liberade o comparou à serpente do Édem, ao distorcer as Escrituras: “Como pode alguém afirmar que Jesus é a Palavra e depois afirmar que a Palavra contêm muitos erros?”, desabafou.

“É impressionante a quantidade de homens nos púlpitos das igrejas cristãs que não acreditam na autoridade, suficiência e inerrância das Escrituras. Um desastre!”, escreveu o pastor Judiclay Santos.

“Incrível: em dois mil anos de história, NINGUÉM leu a Bíblia tendo Cristo como chave hermenêutica… só o Caio Fábio. E assim a fileira pós-moderna de megalôs é perpetuada, cada um asseverando que tem a verdade inteira e essencial que ninguém tem!”, ironizou Norma Braga na rede social Facebook.
A Declaração de Chicago sobre Inerrância começa dizendo:  ”A autoridade das Escrituras é um tema chave para a igreja cristã, tanto desta quanto de qualquer outra época. Aqueles que professam fé em Jesus Cristo como Senhor e Salvador são chamados a demonstrar a realidade de seu discipulado cristão mediante obediência humilde e fiel à Palavra escrita de Deus. Afastar-se das Escrituras, tanto em questões de fé quanto em questões de conduta, é deslealdade para com nosso Mestre”. Jesus creu e ensinou as Escrituras. Portanto, declarar contra as Escrituras é declarar contra o próprio Jesus.
Mas uma coisa é certa: Ninguém pode negar que Caio Fabio é um homem coerente. Ele realmente vive o que prega: Uma fé capenga baseada numa “biblia fragil e equivoca em matéria de fé”, que abre as portas para ser homossexual, praticar aborto, adulterar e continuar sendo “cristão”. Caio Fábio é “integro”; só que num sentido oposto ao que o cristão deve ser.
***
Leonardo Gonçalves, editor do Púlpito Cristão 
———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–

Fofoca

de mangaluciano

Qual o sentimento que você tem quando faz fofoca de alguém? A maioria das pessoas não se sentem culpadas e é como se nada tivesse acontecido.
O sentimento gerado dentro  dos que fofocam é de superioridade.
Existem pessoas que gostam de arrasar os outros. James Bryan Smith nos lembra o seguinte: “quando não nos sentimos bem conosco, uma forma de nos sentirmos bem é arrasar outras pessoas” 
Comece a admitir que voce falha também. Não tente esconder ou abafar suas fraquezas.
Talvez voce não seja aquele santo que será canonizado.
Que tal passar um dia sem fazer uma fofoca se quer! Um bom exercício espiritual.
“ Por que voce repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está no seu próprio olho? – Mateus 7:2
Paz e alegria!
Luciano Manga
———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–

Protesto na Marcha para Jesus em São Paulo – dia 14/07 – 1a. chamada

Por Pr. Paulo Siqueira
Mais um ano se passou, e mais uma vez estamos às portas de mais uma edição da Marcha para Jesus em São Paulo. E como tem acontecido há alguns anos, lá estará um grupo de protestantes pacíficos, armados apenas com as mensagens que estamparão suas faixas e camisetas.

As mensagens dizem respeito a abrir os olhos da Igreja para a volta aos ensinos bíblicos, sem as invencionices humanas que andam deturpando a Palavra de Deus. E dizem respeito, também, a uma busca pela atuação ética, e que a Igreja possa “contaminar” a sociedade com os valores do Evangelho.

É muito triste ver que, apesar de haver igrejas em muitos bairros, dificilmente vemos transformação na sociedade. Como é possível que o Brasil apresente estatísticas, onde se estimava em 2000 que mais de 15% da população brasileira era evangélica, e hoje esse número deve ter crescido mais, e mesmo assim a corrupção, a violência, a desigualdade e demais males continuam aumentando? Não deveria ser o contrário, com os cristãos influenciando positivamente o restante da sociedade?

Isso ocorre porque nós, como Igreja, temos nos omitido. Que, pelo menos durante a Marcha dita para Jesus, possamos nos levantar como vozes proféticas, conclamando o povo a fazer aquilo que Jesus requer de nós.

Estaremos, no dia 14 de julho, na Marcha para Jesus de São Paulo, demonstrando que somos contrários à venda de bênçãos e à teologia da prosperidade, à corrupção de algumas lideranças gospel, aos desvios doutrinários, à manipulação dos votos dos fiéis com o fim de obter vantagens políticas, à falta de cuidado (por parte da Igreja) com os pobres, “órfãos e viúvas”. E que somos favoráveis ao Evangelho de Jesus.

Você está convidado(a) a estar lá conosco. Entre em contato, anote nossos telefones (8267-5929 Vera e 8267-6629 Paulo), e participe.

“E agora, na verdade, sei que todos vós, por quem passei pregando o reino de Deus, não vereis mais o meu rosto. Portanto, no dia de hoje, vos protesto que estou limpo do sangue de todos. Porque nunca deixei de vos anunciar todo o conselho de Deus. Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue. Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho; E que de entre vós mesmos se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si. Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar com lágrimas a cada um de vós. Agora, pois, irmãos, encomendo-vos a Deus e à palavra da sua graça; a ele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os santificados. De ninguém cobicei a prata, nem o ouro, nem o vestuário. Sim, vós mesmos sabeis que para o que me era necessário a mim, e aos que estão comigo, estas mãos me serviram. Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber. E, havendo dito isto, pôs-se de joelhos, e orou com todos eles. E levantou-se um grande pranto entre todos e, lançando-se ao pescoço de Paulo, o beijavam, Entristecendo-se muito, principalmente pela palavra que dissera, que não veriam mais o seu rosto. E acompanharam-no até o navio.” – Atos 20:25-38

Fonte: [ As Pedras Clamam ]
.
———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–