Bem-aventurado aquele quie vigia

“(Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia, e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se veja a sua nudez.) “

Apocalipse 16.15

“Nós morremos diariamente”, disse o apóstolo. Esta era a vida dos primeiros cristãos, eles iam por toda parte com suas vidas em suas mãos. Hoje em dia não temos que passar pelo medo das perseguições. Se fôssemos, o Senhor nos daria a graça para suportar a prova, mas os testes da vida cristã nos dias de hoje, embora não seja aparentemente tão terríveis, possuem uma probabilidade muito maior de nos vencer do que naquela época difícil para os cristãos. Temos que suportar o escárnio mundo, seus agrados, suas palavras suaves, seus bajuladores, a sua hipocrisia, tudo isso é muito pior. Corremos o risco de ficarmos ricos e nos tornarmos orgulhosos, de aderirmos à moda, e perdemos a nossa fé. Ou, se a riqueza não é o problema, o tempo que gastmamos com cuidados mundanos é tão pernicioso quanto. Se não podemos mais sermos rasgados em pedaços por um leão a rugir, se podemos ser abraçada à morte por um urso, o diabo não se importa, contanto que ele destrua o nosso amor a Cristo, e nossa confiança nele. Eu temo que a igreja cristã hoje é muito mais susceptível a perder sua integridade nestes dias tranquilos e sedosos do que naqueles tempos rígidos de perseguição. Temos de ser acordados agora, porque atravessamos a terra encantada, e estamos mais propensos a adormecer ao som da nossa própria ruína, a menos que nossa fé em Jesus seja uma realidade, e o nosso amor a Jesus seja forte o suficiente. Muitos, nestes dias “fáceis” provavelmente serão joio e não trigo; hipócritas com máscaras de justos, mas estes não são os verdadeiros filhos nascidos do Deus vivo. Cristãos, não pense que estes são tempos em que você pode dispensar a vigilância ou aquele ardor santo, você precisa dessas coisas mais do que nunca, e que Deus o Espírito eterno, mostre sua onipotência em você, e que você possa ser capaz de dizer, diante dessas coisas mais suaves, assim como nas mais ásperas, “Nós somos mais que vencedores, por aquele que nos amou.”

Luciano Ferrari
———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–

Livra-me dos Crimes de Sangue

“Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua cantará alegremente a tua justiça.”
Salmos 51.14

Nesta confissão solene, é muito bom ver Davi dar claramente o nome de seus pecados. Ele não o chama de homicídio culposo, nem como uma imprudência de um lamentável acidente de um homem digno, mas ele o chama pelo seu nome verdadeiro: crime de sangue.
Ele não chegou a matar diretamente o marido de Bate-Seba, mas Davi tinha planejado a morte de Urias em seu coração e perante o Senhor, ele foi o verdadeiro assassino. Aprenda a ser honesto com Deus em sua confissão. Não dê nomes razoáveis aos pecados sujos; não importa como você os chame, eles não vão cheirar melhor. A forma como Deus os vê, é a forma como você deve senti-los; e com o coração totalmente sincero, reconhecer sua real característica. Observe que Davi estava evidentemente oprimido com seu pecado hediondo. É fácil usar palavras, mas é difícil sentir seu significado. Salmos 55 retrata um espírito contrito. Vamos buscar o quebrantamento do nosso coração; pois não importa quão excelentes são nossas palavras, se nosso coração não é consciente do verdadeiro merecimento do nosso pecado, não podemos esperar sermos perdoados.
Nosso texto reflete uma oração sincera, dirigida ao Deus da Salvação. E sua prerrogativa é perdoar; Ele salva aqueles que buscam sua face. Melhora ainda, o texto chama o nosso Deus de o Deus da minha salvação. Bendito seja o nome Dele, pois enquanto estou indo ao encontro Dele através do sangue de Jesus, posso me alegrar no Deus da minha salvação.
O salmista termina com um voto: que se Deus o livrar ele cantará com alegria e em alta voz. Quem não cantaria após receber tamanha misericórdia? Observa o título do salmo – “TUA JUSTIÇA”. Devemos cantar toda obra completa no nosso precioso Salvador; e aquele que recebeu a maior porção de amor, quanto maior o perdão recebido, mais alto será sua canção.

Luciano Ferrari
———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–

Antes da Honra vai a Humildade

“O temor do Senhor é a instrução da sabedoria; e adiante da honra vai a humildade”
 Provérbios 15:33

A humildade da alma sempre traz uma bênção positiva sobre ela. Se esvaziarmos nossos corações de nós mesmos, Deus irá preenchê-los com seu amor. Aquele que deseja estreita comunhão com Cristo deve se lembrar da palavra do Senhor, “Mas eis para quem olharei: para o humilde e contrito de espírito, que treme da minha palavra.” Incline-se para subir aos céus. Não dizemos de Jesus, “Ele desceu para que pudesse subir?” assim você deve fazer também. Você precisa diminuir para poder crescer; pois a doce comunhão como o céu é feita por almas humildes, e somente dessa forma. Deus não vai negar a sua bênção para um espírito completamente humilde. “Bem-aventurados os pobres de espírito, pois deles é o reino dos céus,” com todas as suas riquezas e tesouros. Todo o tesouro de Deus pode ser dado como presente à alma humilde suficiente para recebê-lo sem se tornar orgulhoso por isso. Deus abençoa a todos nós até a plena medida da extremidade e do que é seguro para ele fazer. Se você não recebe uma bênção, é porque não é seguro que você a receba. Se nosso Pai Celestial permitir uma vitória de nosso espírito orgulhoso em nossa guerra spiritual, iríamos furtar a coroa para nós mesmos, e iríamos ao encontro de um novo inimigo do qual seríamos vítima; por isso somos mantidos baixos em nossas posições, para nossa própria segurança. Quando um home é sinceramente humilde, e nunca se arrisca a tocar nem mesmo um grão de louvor, não há praticamente nenhum limite para o que Deus pode fazer com ele. A humildade nos faz aptos a recebermos as bênçãos do Deus de toda Graça, e cabe à nós lidarmos de forma eficaz com nossos semelhantes. A verdadeira humildade é uma flor que pode adornar qualquer jardim. É um molho como o qual você pode acrescentar a cada prato da sua vida, e você encontrará uma melhora em todos os casos. Quer se trate de oração ou louvor, quer seja trabalho ou sofrimento, o autêntico sal da humildade não pode ser usado em excesso

Luciano Ferrari
———————————–
Luciano Ferrari
http://simbolodopeixe.blogspot.com
———————————–